Adaptação entre dois gatos que não se conhecem + mini-férias

novembro 14, 2012

Resolvemos dedetizar a casa nesse feriado. Por isso, eu e o Ned temos que dormir fora. Aproveitamos para vir dormir na nossa futura casa, pra onde nos mudaremos em março do ano que vem. Aqui onde moram o Pedro (humano) e a Émile (uma gatinha preto com branco linda, de três anos).

Imagem

Émile

O Ned e a Émile se estranharam muito, eriçaram rabos, fizeram cara feia, e o Ned acabou trancado num quarto com sua comida e caixa de areia. A Émile cheira em baixo da porta de um lado, o Ned cheira do outro, e acho que vai demorar um tempinho para que os dois filhos únicos mimados se acostumem.

Aproveito pra deixar as dicas de apresentação entre dois gatos que não se conhecem:

1. Deixe o gato novo em isolamento. Pode parecer cruel, mas o ideal é dar pro gato novo um tempo para se acostumar com o cheiro do gato velho, sem contato entre os dois.

2. Coloque a ração dos dois gatos perto da porta do quarto do isolamento (um de cada lado, claro), para que eles associem o cheiro do outro gato a uma coisa boa (no caso, comida).

3. Troque objetos (paninhos, caminhas, caixa de transporte) entre eles, para que eles possam se cheirar.

4. Quando os gatos pararem de estranhar o cheiro um do outro, prossiga com a alimentação perto da porta, mas abra uma frestinha, prendendo-a com um calço – a idéia é permitir contato visual, mas não físico (a fresta não pode permitir que os gatos passem).

5. Quando os gatos pararem de adotar a pose de briga, é hora de permitir visitas supervisionadas. Se não ocorrerem brigas em alguns dias, os gatos já podem conviver tranquilos.

O processo inteiro pode demorar semanas, mas é mais seguro do que simplesmente soltar os dois gatos e rezar pra que se dêem bem, como muita gente faz.

Bom feriado!

Aproveito para deixar o link para a ótima (e muito fofa!) postagem da Lívia sobre padrões de pelagem dos gatos da blogatosfera – o Ned, um Tabby Clássico amarelo, está lá enfeitando o post.

Anúncios

6 Respostas to “Adaptação entre dois gatos que não se conhecem + mini-férias”

  1. Pretinha said

    É uma ótima dica, isso evita muito stress. Bom feriado.

  2. Karina said

    Viemos agradecer a visita ao nosso blog! Quando o Juca chegou em casa nós também o deixamos isolados a pedido da voluntária que cuidava dele pois ele ficou muito assustado quando o tiramos da caixa de transporte. Nossa! Foi a melhor coisa. A adaptação depois disso correu super bem e em menos de uma semana Juca e Darwin já eram melhores amigos.
    Beijos

  3. Aposto que quando Ned voltar para a própria casa, já estará tão habituado à Emile, que dará até pena separá-los, hehehe!!

    Fico feliz que tenha gostado do post. Ned já está oficialmente integrado à blogatosfera! Não tem como deixá-lo de fora dos posts!

    Beijos!!

    • Pinha said

      Oi Lívia,
      Obrigada mesmo pelo carinho!
      Não deu tão certo. Ficamos só dois dias com o Pedro e a Émile, não foi o suficiente para se acostumarem. Vamos ter que tentar de novo com mais tempo 🙂
      Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: