Todo mundo acha que o próprio animal de estimação é o mais lindo do mundo, e eu não sou diferente.

gato dormindo

(e quem vai dizer que eu não tenho razão?)

No meio de outubro de 2012, de volta a SC depois de uma temporada e 3 anos em SP, eu estava com tudo pronto pra ir conhecer e adotar uma das duas gatinhas de uma ONG aqui de Florianópolis. Minhas únicas exigências eram: adulto e fêmea.

Dois dias antes de ir conhecê-las, passei numa pet shop pra comprar uns brinquedinhos, caixa de areia e ração pra nova moradora. Na porta da loja tinha um gatinho de uns 45 dias (o povo abandona ali naquela pet shop porque sabe que os donos dão comida) magrelo, pulguento, barrigudo, remelento…e pior, macho e filhote. Mas a química foi instantânea, ele grudou em mim e miava quando eu saía de perto. Depois de pensar (com ele no colo) por meia hora, acabei trazendo pra casa. Liguei pra guria da ONG e ela entendeu na hora.

Na primeira vez em que entrou no meu quarto, já despulgado, banhado e desvermifugado, o Ned adotou minha barriga como cama oficial e só sai dali sob protestos. Destruiu rolos e mais rolos de papel higiênico e até hoje tá pra entender que aquele rabo laranja é dele mesmo, e não um brinquedo.

Desde criança sonho em ter um gatinho, e nunca pude: ou minha madrasta era alérgica, ou meu pai não queria, ou a gente tinha cachorro grande, ou eu morava em república e as outras gurias não queriam. Mas agora, finalmente, o Ned tem uma humana pra chamar de sua, e eu tenho um gato pra chamar de “calma, esfomeado, tô abrindo o sachê”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: